André Galvão: Uma Lenda Do Jiu-Jitsu, Tudo O Que Você Precisa Saber
Andre Galvao

André Galvão: Uma Lenda do Jiu-Jitsu, Tudo o Que Você Precisa Saber

O atleta de Jiu-Jitsu Brasileiro (BJJ) André Galvão é amplamente considerado um dos maiores da história do esporte. Ele ostenta uma impressionante lista de títulos, incluindo ser 6 vezes campeão do ADCC, 6 vezes campeão mundial da IBJJF e 3 vezes campeão mundial da UAEJJF. Ele também lidera uma das equipes de BJJ mais bem-sucedidas, a Atos Jiu-Jitsu. Neste artigo, mergulharemos no legado da lenda brasileira do BJJ.

Primeiros Anos de André Galvão

Nascido em São Sebastião, São Paulo, Brasil, André começou no Judô quando criança. No entanto, influenciado pelo irmão, um praticante de BJJ, ele mudou para o BJJ na adolescência. Seu primeiro técnico, Luis Dagmar, rapidamente reconheceu o talento de André e sugeriu que ele treinasse com Fernando Tererê para ter mais oportunidades competitivas. Sob a tutela de Tererê, as habilidades de André evoluíram e ele se tornou o primeiro a vencer o Grand Slam da IBJJF no nível faixa-roxa.

Carreira Competitiva

André tem sido um competidor consistente por quase duas décadas, competindo tanto em grappling quanto em MMA. Ele se dedicou a competir em todas as competições disponíveis, não apenas nas principais. De faixa colorida a faixa-preta, ele venceu quatro Campeonatos Mundiais seguidos de 2002-2005 e ganhou tanto sua categoria de peso quanto o absoluto em 2003 e 2004.

Apesar de seu sucesso competitivo, a carreira de André também teve seus altos e baixos. Em 2006, ele não conseguiu o ouro contra a lenda do BJJ Marcelo Garcia, e novamente em 2007 contra Lucas Leite. No entanto, ele voltou em 2008 para vencer outro Campeonato Mundial, desta vez contra Braulio Estima.

Ao longo de sua carreira, André constantemente batalhou contra seus rivais para se manter no topo. Em 2008, ele fundou a equipe Atos com seu amigo Ramon Lemos, trazendo seu background evangélico para o tatame. Ele também competiu em MMA, vencendo sua primeira luta profissional por armbar.

Domínio no ADCC

Um dos principais objetivos de André era conquistar o Campeonato Mundial de Luta de Submissão do ADCC. Conhecido como o torneio de grappling de submissão mais prestigiado do mundo, André finalmente alcançou esse objetivo em 2011, vencendo tanto sua divisão de peso quanto a categoria peso aberto. Ele atribuiu seu sucesso a uma drástica melhora em suas habilidades de wrestling, que disse ser a chave para sua vitória.

No Superfight do ADCC de 2013, André encontrou seu rival Braulio Estima novamente. Ele continuou a defender seu trono, vencendo super lutas por anos consecutivos (2013-2019), solidificando seu status como o competidor mais realizado do ADCC de todos os tempos.

Embora tenha perdido recentemente o Superfight do ADCC de 2022 contra Gordon Ryan, isso não deve tirar o mérito de seu sucesso geral no campo da luta de submissão.

Conclusão

A carreira competitiva de André Galvão pode ter tido seus altos e baixos, mas uma coisa é certa – ele será lembrado como um dos melhores grapplers a competir no cage. Seu domínio dominante no ADCC e múltiplos títulos de Campeonato Mundial solidificam seu lugar na história do BJJ.

Post navigation

Deixe um comentário